Conheça as soluções disponíveis e explore os temas que o Sebrae tem para oferecer

Leis e Normas Empreendedorismo Social Pessoas
Conheça outros temas
MEI - Serviços on-line
E-book Leis e Normas

Entenda como se tornar um Microempreendedor Individual e saiba todas as informações pertinentes a essa categoria tão importante para o empreendedorismo! Acesse essas e outras facilidades sobre o MEI baixando já nosso e-book!

e-Social para Pequenas Empresas
E-book Leis e Normas

A preparação e a adequação às novas regras do eSocial para pequenas empresas ainda geram muitas dúvidas. Com este e-book, você poderá sanar suas incertezas e entender melhor o que é esse sistema!

Um ambiente empreendedor construído a várias mãos
E-book Pessoas Leis e Normas

Fique por dentro da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa de Natal/RN.

Cartilha Contrate uma pequena empresa
E-book Empreendedorismo Leis e Normas

Entenda como ajudar Microempresas e empresas de Pequeno Porte meio a pandemia.

Veja mais soluções do tema Conheça outros temas

Empreendacom sucesso!

Como o Sebrae pode te ajudar?

Icone

Trilhas de autoaprendizagem.

O Sebrae preparou um conjunto de conteúdos para você se especializar ainda mais. Conheça as nossas trilhas e encontre a que mais te ajude no seu dia-a-dia.

Icone

Cursos online e presenciais

Cursos de capacitação para você aprender o que é mais importante para o desenvolvimento do seu negócio.

E-books ricos em conteúdo.

Confira os materiais ricos sobre empreendedorismo para que você possa se especializar cada vez mais.

Pessoas

Existe um Sebrae para cada tipo de empreendedor!

Qual o seu perfil?

Quero empreender Microempreendedor Individual Tenho um pequeno negócio
Pronto para o mercado: Quais os modelos e áreas de negócios são ideais para você?
E-book Empreendedorismo

Quantos negócios que surgem passam pelas etapas de criação e estruturação? Você sabia que pular esses processos pode ser motivo para o fechamento de uma empresa? Acesse o e-book e aprenda boas práticas que te ajudarão nessas fases!

A jornada dos Pequenos Negócios no Mercado
E-book Empreendedorismo

O caminho para o sucesso de uma micro ou pequena empresa possui obstáculos, mas o Sebrae está sempre por perto para ajudá-lo a superar cada um deles. Entenda a importância das MPEs para o empreendedorismo brasileiro baixando nosso e-book!

MEI - Serviços on-line
E-book Leis e Normas

Entenda como se tornar um Microempreendedor Individual e saiba todas as informações pertinentes a essa categoria tão importante para o empreendedorismo! Acesse essas e outras facilidades sobre o MEI baixando já nosso e-book!

Aumente suas vendas com simples escolhas
E-book Vendas Marketing

Quais desafios na área de vendas sua empresa enfrenta? Para superá-los, é preciso ter, além de esforço e dedicação, inspiração para criar soluções criativas. Nosso e-book aborda a estruturação de um bom gerenciamento de vendas.

Veja mais soluções deste perfil

Agência de notícias

Agência Sebrae de Notícias MEI tem até dia 30 para regularizar débitos com a Receita Federal

Rio Grande do Norte - Natal - O prazo para Microempreendedor Individual (MEI) regularizar débitos junto à Receita Federal gerados até 2016 termina na próxima quinta-feira (30). A dívida deverá ser quitada ou o valor parcelado sob o risco de o débito ser enviado para a Dívida Ativa da União para execução fiscal. O Sebrae no Rio Grande do Norte alerta que o envio da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei) referente aos anos devidos é determinante para a regularização e a entrega precisa ocorrer 48 horas antes da renegociação dos débitos. A instituição está com uma equipe de analistas técnicos para auxiliar os empreendedores a ficarem em dia com o Fisco Federal. A negociação pode ser feita pela internet diretamente na página do Simples Nacional. Os débitos sob cobrança podem ser consultados no Programa Gerador do DAS para o MEI. Por meio de certificado digital ou do código de acesso, basta clicar na opção "Consulta Extrato/Pendências" e, em seguida, em "Consulta Pendências no Simei". Esta opção também permite a geração do DAS para pagamento. Para parcelar, o MEI deve acessar o serviço Parcelamento – Microempreendedor Individual. O Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) para quitar as pendências pode ser gerado, tanto pelo site, quanto por meio do Aplicativo MEI, disponível para celulares Android ou iOS. _Olho_ Mas há outra alternativa. Devido à quantidade de microempreendedores com dúvidas a respeito do procedimento, o Sebrae no Rio Grande do Norte disponibiliza atendimento a esse público para ajudar a regularizar a situação. Uma equipe de analistas técnicos está realizando atendimentos individuais para calcular dívida, emitir as declarações e envio do boleto referente à primeira mensalidade do parcelamento, além de outras orientações necessárias. O serviço está sendo disponibilizado na Agência do Sebrae - Grande Natal, que fica situada na sede da instituição, em frente ao estádio Arena das Dunas, na capital, das 7h30 às 17h30.  Além disso, a instituição disponibiliza o atendimento digital. Basta acessar o link http://bit.ly/atendimento-online-sebrae/  e clicar em 'Regularização do MEI' que terá o atendimento remoto. Número da inadimplência Segundo dados da Receita Federal, cerca de 1,8 milhão de Microempreendedores Individuais (MEI) em todo o país estão com tributos e obrigações em atraso referentes a 2016 e a anos anteriores. Essa figura empresarial representa mais de 70% dos optantes pelo Simples Nacional no Rio Grande do Norte, com 155.281 negócios constituídos até agora. Ainda de acordo com a Receita, a inadimplência chega perto de R$ 5,5 bilhões, volume devido por quase um terço dos 12,4 milhões de MEIs registrados no país. No RN, até julho, a taxa de inadimplência beirava os 48%. No entanto, a inscrição na dívida ativa só vale para dívidas não quitadas superiores a R$ 1 mil, somando principal, multa, juros e demais encargos. Atualmente, o 1,8 milhão de MEI nessa situação devem R$ 4,5 bilhões.  A inscrição na dívida ativa acarreta prejuízos significativos. O microempreendedor pode ser excluído do regime de tributação do Simples Nacional, com alíquotas mais baixas de imposto e pode enfrentar dificuldades para conseguir financiamentos e empréstimos. A inclusão no cadastro de dívida ativa também aumenta o valor do débito. Quem tem pendência com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) será cobrado na Justiça e terá de pagar pelo menos 20% a mais sobre o valor do débito para cobrir os gastos da União com o processo. Em relação ao ISS e ao ICMS, caberá aos governos locais incluir o CNPJ do devedor na dívida ativa estadual ou municipal. O MEI terá de pagar multas adicionais sobre o valor devido. Com um regime simplificado de tributação, os MEIs recolhem apenas a contribuição para a Previdência Social e pagam, dependendo do ramo de atuação, o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ou o Imposto sobre Serviços (ISS). O ICMS é recolhido aos estados; e o ISS, às prefeituras. O Sebrae no Rio Grande do Norte disponibiliza ajuda a quem quer a regularizar a situação. Uma equipe de analistas técnicos está realizando atendimentos individuais para calcular dívida, emitir as declarações e envio do boleto.

Leia mais!
Agência Sebrae de Notícias Seminário vai discutir a produção de leite no Vale do Açu

Rio Grande do Norte - Natal – Os 19 municípios situados na região do Vale do Açu ainda têm pouca expressividade na produção de leite no Rio Grande do Norte. Mesmo juntamente com o município vizinho Jucurutu, que é o segundo maior produtor de leite do estado, chegam a produzir por ano 39,6 milhões de litros de leite. Esse quantitativo representa aproximadamente 17% da produção de leite do Rio Grande do Norte, estimada em mais de 228 milhões litros por ano, segundo informações do último censo agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). O Sebrae no Rio Grande do Norte busca ampliar essa produção gerada pelo rebanho da região, composto por 101 mil animais, e tem buscado estratégias para aumentar a produtividade das fazendas. Uma das ações é capacitar esses produtores. Por isso, a instituição, juntamente com o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e a Prefeitura de Assú, vai realizar o Seminário da Pecuária Leiteira do Vale do Açu. O evento ocorre no dia 7 de outubro próximo, a partir das 8h, no Cine Teatro Pedro Amorim, e vai discutir os principais desafios do setor na região, assim como apresentar soluções e conhecimento para fugir desse cenário. As inscrições e informações podem obtidas pelo telefone 84 99660-2224. A bovinocultura leiteira do Vale do Açu apresenta gargalos, como em boa parte dos municípios do semiárido nordestino. Falta de assistência técnica, alto custo dos insumos, baixa produtividade, carência de volumoso para alimentação dos animais, falta de uma política de desenvolvimento do setor na região, baixo padrão genético do rebanho, dificuldade de acesso ao crédito, elevado custo da energia para produção de forragem na propriedade e irrigação estão entre os principais desafios, que serão debatidos durante o evento. Programa AgroNordeste De acordo com especialistas, o Vale do Açu apresenta grande potencial de desenvolvimento para o setor devido às condições de solo e água, além de uma aptidão natural e cultural da região, que já foi destaque na produção de leite no Rio Grande do Norte. Por isso, a região foi escolhida como uma das prioritárias do Programa AgroNordeste, do Governo Federal, para desenvolvimento da bovinocultura leiteira, entre outros segmentos. O seminário é voltado para produtores, técnicos, secretários de agricultura, instituições financeiras, órgãos de fomento, agentes políticos e demais entidades ligadas a essa cadeia produtiva. Na programação, temas como o uso da inseminação artificial como alternativa para ampliar a produtividade das propriedades e melhorar o padrão genético do rebanho. O seminário também vai destacar para os produtores a importância do período seco para a saúde dos animais e as formas de se obter lucro, mesmo durante o tempo de estiagem. O evento ainda terá conteúdos e palestras para os produtores que atuam na fabricação de queijos artesanais. Especialistas e veterinários vão detalhar os principais requisitos para se obter certificação para queijeiras e ampliar o mercado consumidor dos derivados do leite. Além de comprovar como é possível ter sucesso nesse ramo ao apresentar o caso do produtor Lucenildo Firmino de Souza, conhecido por Galego da Serra, como um exemplo bem sucedido nessa área. A ideia é levar conhecimento através das palestras técnicas para incentivar os criadores a se desenvolverem e apresentar oportunidades e troca de informações entre criadores. Na programação, também está prevista uma mesa redonda com instituições financeiras para falar sobre crédito rural e as opções para renegociar dívidas.

Agência Sebrae de Notícias Feira do Empreendedor ganha versão virtual com foco na inovação

Rio Grande do Norte - Natal – No momento em que há um esforço para a retomada das atividades econômicas, fragilizadas em função das restrições impostas pela pandemia da Covid-19, o Sebrae estruturou uma versão digital da Feira do Empreendedor focada na inovação e em temáticas que podem ajudar empresários a alavancar negócios. Neste ano o evento será em nível nacional, tendo como lema “Empreender é para todos!”. Todos os estados estão envolvidos no planejamento e realização do evento. A Feira do Empreendedor será realizada entre os dias 23 e 27 de outubro próximo, com o lançamento previsto para o Dia do Empreendedor, comemorado em dia 5 de Outubro, às 18h. A programação de lançamento dá uma mostra de como será essa edição e contará com a participação do humorista Fábio Porchat, a CEO do Movimento Black Money, Nina Silva, e o fundador da Cacau Show, Alexandre Costa. As inscrições para ambos são gratuitas e podem ser feitas no site https://feiradoempreendedor.sebraesp.com.br/, tanto para participantes quanto para expositores e empresas interessadas nas rodadas de negócios. _Olho_ O maior evento de empreendedorismo ocorre em cinco dias, nos vários pavilhões virtuais com temáticas voltadas para quem pretende empreender ou já tem uma pequena ou microempresa. A programação será diversificada e oferecerá muita informação e oportunidades de negócios. A Feira vai ser realizada na plataforma de realidade virtual Sebrae Experience, que permite uma navegação em ambiente 3D fácil, intuitiva, com acesso imediato aos expositores, conteúdos e soluções para os pequenos negócios. Com poucos cliques, os empreendedores também poderão fazer contato com o atendimento remoto e conversar com os consultores do Sebrae, disponíveis para tirar dúvidas e passar orientações. O Sebrae Experience é compatível com os navegadores Chrome, Firefox, Edge, Safari e IE, podendo ser acessado por tablet, celular e desktop. “A Feira será um grande momento de capacitação e oportunidades para quem quer empreender ou melhorar o seu negócio. Teremos Arena do Conhecimento, Arena de Negócios, Pavilhão de Exposição, área de atendimento e o Pavilhão da Retomada da Economia. Os potiguares que estão pensando em abrir um negócio não podem perder essa chance, a Feira do Empreendedor virtual em 2021 será um grande marco no empreendedorismo brasileiro”, afirma a analista técnica da Unidade de Negócios, Inovação e Tecnologia do Sebrae-RN, Daniela Tinoco. Durante a feira, haverá palestras – todas com intérpretes de Libras – formando jornadas de conhecimento sobre finanças, vendas, atuação na internet, inserção no mercado internacional, MEI, franquias, entre outros temas.  A Feira do Empreendedor terá uma arena virtual exclusiva para tratar da inovação nos negócios. O ambiente chamado ‘O que posso fazer para inovar?’ oferecerá diversas atividades para os donos de pequenos negócios que desejam inovar de forma prática e simples, gerando valor e diferencial competitivo para seus empreendimentos. Outra atração da Feira será a Vitrine, um formato novo para o empreendedor apresentar sua marca, produtos e serviços ao público, trocar cartões de visita virtuais e já encaminhar negociações. Negociação de dívidas Já o Espaço Retomada será voltado especialmente para os empreendedores que buscam soluções inovadoras na área de gestão empresarial. Nesse pavilhão, haverá informações sobre crédito consciente e serviços financeiros adequados para cada tipo de negócio.Nesse espaço, os empreendedores serão direcionados para acessar palestras e oficinais online, previstas na programação ao longo dos cinco dias, e ainda terão o suporte do Sebrae por diversos canais de atendimento, entre eles, chat e whatsapp. Também será possível acessar materiais para download, como guias, cartilhas e e-books sobre temas como crédito consciente, crédito emergencial, acesso ao crédito para o Microempreendedor Individual - MEI. Inscreva-se através do site: www.feiradoempreendedor21.com.br   O lançamento será no Dia do Empreendedor, comemorado em 5 de outubro, às 18h, e contará com a participação do humorista Fábio Porchat, a CEO do Movimento Black Money, Nina Silva, e o fundador da Cacau Show, Alexandre Costa.

Agência Sebrae de Notícias Social Hack desafia jovens a buscar soluções para problemas ambientais

Rio Grande do Norte - Natal – Jovens de todo o país serão desafiados a pensar novas ideias e soluções inovadoras para os problemas ambientais das cidades brasileiras durante a terceira edição do Social Hack, uma maratona de inovação, tecnologia e criatividade promovida pelo Sebrae. As inscrições para a competição encerram nesta quarta-feira (22) no site do evento (https://socialhackonline.com). A Maratona de Ideias começa no dia 24, de forma remota, e vai durar todo o fim de semana. Os participantes irão desenvolver ideias de negócios relacionadas à sustentabilidade. Os autores dos melhores projetos receberão R$ 60 mil em prêmios. Auxiliados por um time de mentores ligados a empresas, como o Sebrae, Instituto Butantan, IBM, Stefanini Grupo e Fiocruz, os jovens formarão equipes que cumprirão os desafios da competição de ideias inovadoras, de base tecnológica, para resolução de problemas ambientais. “Vamos colocar três desafios sobre o meio ambiente para que os estudantes, universitários e demais interessados no tema possam desenvolver as soluções para esses desafios. Os projetos precisam ser de base tecnológica, sustentáveis e que possam responder aos grandes desafios do meio ambiente”, adianta a gestora do projeto de Impacto Social do Sebrae no Rio Grande do Norte, Mona Paula Nóbrega. Os desafios do Social Hack estarão relacionados a questões, como geração de resíduos sólidos, crédito de carbono e cidades mais sustentáveis, entre outros temas. O resultado final será divulgado no dia 29 deste mês.Na última edição do Social Hack, foram mais de 400 jovens participando dos desafios da maratona. E nesta edição os inscritos vão mergulhar nas problemáticas ambientais enfrentadas no Rio Grande do Norte e no Brasil como um todo e pensar soluções que possam responder esses desafios. “As ideias precisam gerar um impacto positivo no meio ambiente, mas também devem gerar lucro para quem concebeu a ideia de negócio. Vamos selecionar uma equipe de vencedores para que eles participem da segunda fase do programa, que vai ser a fase de tirar essas ideias do papel e colocá-las em prática”, diz Mona Paula. Os seis melhores projetos ganharão ainda bolsa integral em um dos programas de pré-aceleração promovidos pelo StartupDays. Além dos prêmios e das bolsas, o participante de um hackathon como o Social Hack só tem a ganhar, pois o evento pode contribuir para ampliar o networking e o contato com mentores e palestrantes renomados no país, extremamente qualificados, que podem ajudar a transformar uma ideia em um negócio.

Agência Sebrae de Notícias RN Experience aproxima empresas locais de operadoras de turismo

Rio Grande do Norte - Natal - Dentro das ações para fomentar o turismo no estado e reaquecer o setor, que foi fortemente afetado pela pandemia, o Sebrae no Rio Grande do Norte, em parceria com a Secretaria de Turismo do Estado (Setur) e Emprotur, promoveu um encontro de negócios entre empresas do segmento e 50 operadoras de turismo do Sul e Sudeste do país. O encontro visa estimular negócios no setor e apresentar produtos e serviços ofertados pelas empresas potiguares aos operadores, que participam do "Visite Rio Grande do Norte Experience" como parte da programação. O evento é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Setur, com apoio do Sebrae, e terá outras duas edições em outubro e novembro próximos. As ações têm foco na experiência do turismo in loco com o objetivo de impulsionar a retomada das atividades do setor, movimentar a cadeia produtiva local e aumentar o relacionamento comercial entre o trade do Rio Grande do Norte com as operadoras de polos emissores. O Encontro de Negócio ocorreu na tarde desta terça-feira (21), no Centro de Convenções de Natal, no qual as empresas ofertantes apresentaram seus produtos e serviços às operadoras de forma rotativa, porém sem a expectativa de fechamento de negócios no momento da conversa. Participam como ofertantes empresas potiguares que prestam serviços ao segmento e principalmente empreeendedores proprietários de meios de hospedagem, como hotéis, pousadas e resorts. A aproximação comercial se dá durante o RN Experience, que iniciou com a visita dos convidados aos municípios turísticos do estado. Os operadores convidados estão vivenciando a experiência de visitar o Rio Grande do Norte e conhecer sua história, cultura, gastronomia e produtos turísticos, destacando, nessa primeira edição, os atrativos de Natal, Parnamirim, Tibau do Sul, São Miguel do Gostoso, Extremoz, Mossoró, Serras do Agreste Potiguar, Geoparque Seridó, Maxaranguape, Galinhos, Touros, Baía Formosa e Santa Cruz. Um dos participantes do encontro foi o gerente de Contas da Incomum Viagens, Nivaldo Egeia, que integra a comitiva de operadores convidados para participar do Visite RN Experience. “O Rio Grande do Norte é um estado que já vem trabalhando fortemente com a gente há alguns anos. Agora, queremos recolocar o RN no topo dos destinos mais procurados, principalmente por São Paulo, que é um grande pólo e emissor para o Nordeste. Estamos fazendo um trabalho em São Paulo, agora que chegamos com a filial em março desse ano, para alavancar todo o Nordeste brasileiro”, adianta o gerente da operadora. Segundo Nivaldo Egeia, essa aproximação e experiência in loco é de extrema importância. “ Precisamos passar para o turista que é seguro viajar ou participar de eventos com mais de mil pessoas, seguindo todos os protocolos.  É seguro realizar um evento no Rio Grande do Norte. Estamos aqui e vemos toda a infraestrutura  de sempre. Estamos muito felizes com a parceria que o RN tem conosco de muitos anos”, reforça o representante da empresa que tem origem no estado de Santa Catarina. O gestor do Projeto de Turismo do Sebrae-RN, Yves Guerra, afirma que a instituição está apoiando a iniciativa do RN Experience com o objetivo de promover a aproximação comercial entre as empresas de turismo do estado e os agentes e operadores convidados, através de um encontro de negócios em que as empresas ofertantes locais (meios de hospedagem e agências de receptivo) terão um momento para apresentar seus serviços e produtos para as agências e operadoras do Sul e Sudeste do país. O evento foi organizado pelo Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) e Secretaria de Estado de Turismo (Setur), para estreitar o relacionamento comercial entre o trade do Rio Grande do Norte com os agentes e operadores de viagens nacionais e internacionais. A ação conta com a parceria da ITA Transportes Aéreos, como transportadora aérea oficial do evento, a Universal Assistance como seguradora oficial do evento e os apoios institucionais do Sebrae-RN, FECOMÉRCIO-RN, Natal Convention, Sindbuggy, ABAV/RN, Sindetur e ABRASEL. A execução está a cargo da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira do RN, ABIH-RN, por meio de termo de fomento com a Emprotur.

Ver todas as últimas postagens